Segundo a Polícia Civil, o suspeito disse que ganhava uma comissão para comercializar os aparelhos e que esse dinheiro era uma renda extra. Ele foi autuado em flagrante por receptação.

Um professor de física, de 40 anos, foi preso suspeito de vender iPhones roubados na tarde desta quinta-feira (14) no Shopping da Cidade, localizado na Praça da Bandeira, Centro de Teresina. De acordo com a Polícia Civil (PC), no momento da prisão o homem afirmou que ganhava uma comissão para comercializar os aparelhos e que esse dinheiro era uma renda extra para ele.

Segundo o chefe de investigação do 3º Distrito Policial (3º DP), Hilton Barbosa, o suspeito disse que recebia os celulares de outra pessoa para fazer a venda. “A gente vinha investigando ele e outros suspeitos de realizaram o mesmo crime. Eles pegam o celular que é fruto de roubo para revender”, explicou.

O suspeito e os aparelhos foram levados para a Central de Flagrantes para os procedimentos legais. “Ele foi autuado por receptação. Quanto aos aparelhos, vão tentar identificar os proprietários para fazer a devolução”, informou Hilton Barbosa.

Outras prisões

No mesmo local desta ocorrência a polícia apreendeu, na quarta-feira (13), 52 aparelhos celulares sem nota fiscal. A ação foi parte de uma operação da Secretaria de Segurança Pública para combater a receptação de celulares furtados e roubados.

Além da apreensão dos celulares, foram 168 pessoas foram abordadas, cinco delas foram conduzidas para a delegacia e um boletim de ocorrência foi lavrado.

Fonte: G1