Início Destaques Professor da UESPI acusado de matar ex-namorada vai a júri popular em...

Professor da UESPI acusado de matar ex-namorada vai a júri popular em Corrente-PI

O crime ocorreu em setembro de 2009, mas o julgamento irá acontecer nesta quarta-feira (23), quase 10 anos após o crime.

O professor e advogado Arnaldo Alves Messias, acusado de assassinar a ex-namorada, a também professora Adriana Macedo Borges dos Santos, com um disparo na cabeça, vai a júri popular nesta quarta-feira (23/01) na cidade de Corrente, sul do estado..

“Não mataram só ela, mas toda a família”. Esse é o desabafo da enfermeira Andreia Macedo, irmã da professora Adriana Macedo Borges dos Santos que morreu com um tiro na cabeça em uma faculdade no município de Corrente (a 874 km de Teresina). O crime ocorreu em setembro de 2009, mas o julgamento irá acontecer nesta quarta-feira (23), quase 10 anos após o crime.

“Na verdade, não mataram só a Adriana, mas toda a família. Meu pai teve um infarto fulminante. Chorava todos os dias olhando pra um banner que mandou fazer com a foto da minha irmã. Minha mãe também não é a mesma pessoa e passou a depender da gente pra tudo, pois não tem mais condições de ficar sozinha. A Adriana só tinha 24 anos e teve todos os sonhos interrompidos, inclusive o de ser mãe”, desabafa a irmã.

O crime teve grande repercussão na época. O acusado de ter efetuado o disparo é Arnaldo Alves Messias, que lecionava na mesma faculdade da vítima com quem manteve um relacionamento de quatro anos. O crime teria sido motivado por ciúmes e pelo término do namoro.

O irmão do professor, identificado como Renato Alves Messias, é apontado como cúmplice no crime. Após o assassinato, Renato tomou a motocicleta da vítima e fugiu. Uma pessoa testemunhou o fato.

Os dois chegaram a ser detidos mas foram liberados. Segundo os advogados da família, o julgamento deveria acontecer em Corrente, mas a demora ocorreu após o Ministério Público entrar com ação para alterar o local do julgamento, por acreditar que a família dos réus, considerada importante na cidade, poderia influenciar a decisão.

O júri popular está marcado para a quarta-feira (23) no Fórum da Comarca de Corrente, às 9h.


Entenda o caso

O crime aconteceu dentro da faculdade onde tanto a vítima quanto o acusado lecionavam e as informações de testemunhas é que o relacionamento entre os dois havia acabado dois meses antes do ocorrido. Há informações também que Adriana chegou a ser levada para o hospital da cidade, mas não resistiu.

Fonte: Cidade Verde

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Must Read

“Virou casa mal assombrada”, diz presidente dos Direitos Humanos

A presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB, Maria da Conceição Carcará classificou o CEM (Centro Educacional Masculino) como "casa mal...

Professor da UESPI acusado de matar ex-namorada vai a júri popular em Corrente-PI

O crime ocorreu em setembro de 2009, mas o julgamento irá acontecer nesta quarta-feira (23), quase 10 anos após o crime.

Homem assassina travesti e guarda coração em casa. ‘era um demônio’

Corpo foi encontrado com o tórax aberto e com uma santa sobre ele. Um jovem de 20 anos foi...

Homem tenta estuprar vizinha na frente do filho de 10 anos e é preso

O filho dela teria presenciado o crime Um homem foi preso suspeito de tentar estuprar sua vizinha na cidade...

Radialista só lava o cabelo com a sua unida

"Aliviada", ela vira o líquido amarelado sobre a cabeça e massageia. Primeiro se pergunte: você é amante da natureza?...